terça-feira, 20 de agosto de 2013

A escala das garrafas de champanhe


A maioria das garrafas de champanhe vendidas nos mercados e nas lojas especializadas é de 750ml, tamanho padrão para este tipo de bebida. Porém, se você gosta de acompanhar corridas de automóveis – principalmente Fórmula 1 – você já deve ter percebido que as garrafas de champanhe estouradas no pódio são bem maiores. A tradição do banho de champanhe na Fórmula 1 começou em 1950 – ano inaugural da competição. Quando os pilotos foram disputar o GP da França na cidade de Remis, Paul-Chandon Möet e Fréderic Chandon, herdeiros da marca Möet et Chandon, ofereceram ao vencedor da prova uma enorme garrafa da bebida, pois o circuito ficava situado na província que lhe deu o nome.
 
O que pouca gente sabe é que existe uma “escala” de garrafas de champanhe, que começa em uma garrafa conhecida como “Um quarto” (equivalente a 187ml) até chegar a inacreditável Maximus (130 litros). A escala é a seguinte:
 

 
 
  
 
Há ainda outros tamanhos especiais, mais raros: Baltazar (12 litros), Nabucodonosor (15 litros), Melchior (18 litros) e Soberano (25 litros)

sábado, 27 de abril de 2013

O que acontece se eu tomar banho depois de uma refeição ?

 
Tomar banho frio ou entrar numa piscina depois de ter comido não oferece riscos. O que não se deve fazer é qualquer tipo de exercício físico intenso, como nadar ou surfar. Isso desvia o sangue do estômago para os músculos que estão trabalhando.
 
Após a refeições. boa parte do seu sangue vai para o estômago e o intestino a fim de realizar uma digestão adequada. Ao practicar esportes depois de comer, a pessoa fica com dificuldades na digestão e acaba passando mal. Tomar banhos longos e quentes na banheira dilata os vasos sanguíneos da pele e também desvia o sangue do estômago.
 
Fonte: O Guia dos Curiosos, Marcelo Duarte

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Keep Calm and Carry On



Sem querer, um simples cartaz de comunicaçao do governo britânico se transformou em um elemento artístico relacionado com a cultura pop. "Keep calm and Carry on" (fique calmo e siga em frente) foi um slogan criado pelo Ministério de Informação inglês durante a segunda guerra mundial (1939-1945) com o objetivo de motivar a população a seguir sua rotina sem pânico e resistir em caso de que ocorresse uma invasão alemã no Reino Unido.

Foram impressos mais de 2 milhões e meio de cartazes, que foram colados em postes, muros e fachadas, e atualmente ocupam algumas galerias de arte em todo o mundo. Seu simples desenho, que combinaba uma tipografia clara com o simbolo da coroa britânica, procurou transmitir a população que o rei estava ciente do peligro e preparado para defender o país. Apesar de haver tido uma grande divulgação na época, foi poco conhecido entre a população.

Sua fama explodiu no ano 2000, quando uma empresa britânica começou a utiliza-lo para uma série de campanhas publicitárias e merchandising.  "Keep calm and Carry On" se encontra atualmente em dominio público, o que motivou a criação de uma infinidade de variações bem humoradas, que fazem referência desde Batman ao cantor coreano PSY.

 

sábado, 13 de abril de 2013

A piscina olímpica

 
 
Você sabia que nas provas oficiais de natação, os melhores qualificados nas eliminatórias ficam nas raias 4 ou 5, pois são as que têm menos turbulência ?
 
Uma piscina olímpica tem 1.890.000 litros e agua. Ela mede 50 metros de comprimento e 22,8 metros de largura.  São oito raias, cada uma com 2 metros e meio de largura. A profundidade mínima é de 1,98 metro. A temperatura da água é constanstes; 25ºC

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Orden e Progresso

 
A bandeira do Brasil tem atualmente 27 estrelas - o número de todos os estados brasileiros, somando o Distrito Federal. A constelação que aparece ilustrada na nossa bandeira configura o céu do Rio de Janeiro as 20:30h do dia 15 de novembro de 1889, data da Proclamação da República. Novas estrelas foram sendo acrescentadas à medida que foram surgindo novos estados. Conheça as estrelas que representam cada um deles:
 

1. Pará (Alfa de virgem)
2. Amazonas (Alfa do cão menor)
3. Mato grosso do Sul (Alfa da hidra fêmea)
4. Acre (Gama da hida femea)
5. Mato Grosso (Alfa do cão maior)
6. Amapá (Beta do cão maior)
7. Rondônia (Gama do cão maior)
8. Roraima (Delta do cão maior
9. Tocantins (Epsílon do cão maior)
10. Goiás (Alfa de argus)
11. Bahía (Gama do cruzeiro do sul)
12. Minas Gerais (Delta do cruzeiro do sul)
13. Espirito Santo (Epsílon do cruzeiro do sul)
14. São Paulo (Alfa do cruzeiro do sul)
15. Rio de Janeiro (Beta do cruzeiro do sul)
16. Piauí (Alfa do escorpião)
17. Maranhão (Beta do escorpião)
18. Ceará (Epsílon do escorpião)
19. Rio Grande do Norte  (Lambda do escorpião)
20. Paraíba (Capa do escorpião)
21. Pernambuco (Mu do escorpião)
22. Alagoas (Teta do escorpião)
23. Sergipe (Iota do escorpião)
24. Santa Catarina (beta do triângulo austral)
25. Rio Grande do Sul (alfa do triângulo austral)
26. Paraná (Gama do triângulo austral)
27. Brasilia (Sigma do oitante)
 
 
 

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Conheça a "Dieta Paleo", a dieta dos homens pré-históricos



Thomas Rode Andersen é um jovem chef de 44 anos de um famoso restaurante em Copenhague cuja culinária mistura à francesa tradicional e a nórdica contemporânea.
 
Antes de chegar ao trabalho, Andersen dá uma mergulhadinha no mar gelado da Dinamarca para pescar o café da manhã: peixes ingeridos crus. Andersen é adepto de um dos mais bizarros modismos alimentares, a dieta paleo - uma referência à era paleolítica, que prega o consumo de alimentos iguais aos ingeridos, em parte presumidamente, na época dos homens das cavernas. Carne, ovos, peixes, verduras, oleaginosas, maçãs e peras, sim. Açúcar, álcool, comidas processadas, batatas e grãos, nem pensar. Na civilizadíssima Dinamarca, Andersen faz um tipo de ginástica diária, de duas horas, que replica práticas físicas ancestrais como corrida com piques rápidos, que imitam a busca de presas, e pesca embaixo do gelo. Os efeitos abdominais não são desprezíveis. Os adeptos mais extremos da dieta doam sangue regularmente para reproduzir os ferimentos sofridos por seus remotos antepassados nas caçadas.

Fonte: Revista Veja, Ediçao 2280

domingo, 26 de agosto de 2012

Você sabia ?

Que o pimentão é uma fruta ?



Muito  utilizado na culinária brasileira, o pimentão (da éspecie Capsicum Annuum), possui uma grande diversidade de cores, sendo as mais conhecidas o vermelho, o verde e o amarelo.  Alguns tipos mais exóticos,  muito deles encontrados no México, podem ser brancos, pretos e até azuis.

No Brasil, o pimentão ficou popularizado no famosíssimo molho a campanha, utilizado nos churrascos de norte a sul do país.  Já nos Estados Unidos, é uma matéria prima imprescindivel para a fabricação do Tabasco, o molho de pimenta mais popular do mundo.

O que pouca gente sabe é que o pimentão é na verdade, uma fruta, assim como o tomate. Ambos tem esta classificação porque derivam-se do ovário das flores.  Durante seu desenvolvimento, criam uma consistência, cores e sabores próprios, dando origem ao fruto.  Além disso, tanto o pimentão como o tomate contem sementes no seu interior. 

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Você sabia ?

Que uma bola de golf pode ser mais letal que uma bala ? 



Um estudo realizado por um médico forense espanhol afirma que o impacto de uma bola de golf pode produzir um dano mais grave em uma pessoa que o disparo de uma pistola.

Dependendo da força da tacada, uma bola pode chegar a alcançar os 300km/h e apesar de que a forma e as caracteristicas da bola nao podem penetrar dentro de um corpo humano,  seu impacto poderia provocar lesões irreversíveis no cérebro ou, como já ocorreram em outros casos,  a perda o globo ocular. Em casos mais graves, poderia inclusive provocar a morte

O forense realizou este estudio como parte de um exame pericial apresentado en um tribunal por um grupo de moradoras de Islantilla, na cidade de Huelva, sul da Espanha, que processaram um clube de golf da zona por causa do estragos provocados pelas bolas de golf em suas casas.

O clube foi condenado e terá que construir um muro ao redor do campo para evitar mais danos às casas vizinhas.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Para "Dedéu"


O termo "Dedéu" é uma expressão popular que define intensidade ou quantidade, como por exemplo:

"O Casamento foi bom para Dédeu"

"Aquela rua é longe para Dédeu"
"Essa carteira tem dinheiro para Dédeu".

A origem da expressão  "Dedéu" não é conhecida, porém a versão mais aceita, segundo a crença popular,  é que Dedéu foi um homem  que tinha as pernas muito longas,  e portanto, conseguia percorrer grandes distâncias em pouco tempo. 

Um belo dia, Dedéu resolver conhecer uma cachoeira que ficava dentro de uma densa floresta. Ele caminhou durante todo o dia e a cachoeira nunca chegava.  Ao perceber que a tal cachoeira ficava  longe  demais,  Dedéu  resolveu desistir e tomou o caminho de volta, ou seja:  "O lugar era muito longe para o Dédeu". 

Se o lugar era longe para o Dédeu que tinha pernas longas, então significa que era longe demais para qualquer pessoa. A expressão foi entao extendida para qualquer coisa que denote muita quantidade ou intensidade. 

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Qual é a origem do termo "Elefante Branco" ?


“Elefante Branco” é uma expressão utilizada quando uma pessoa, empresa ou governo, constrói, compra ou cria algo de extrema inutilidade, que ocupa grandes dimensões, e ainda por cima causa uma tremenda dor de cabeça
A origem dessa expressão remonta há muitos séculos no antigo reino de Sião, onde os reis tinham o costume de enviar aos seus desafetos  um elefante branco de presente.  Animal raro e venerado, o elefante branco não podia ser sacrificado ou abandonado pelo seu dono, que corria o risco de ser amaldiçoado.  Além disso, o animal exigia a melhor ração e a atenção de cuidadores às 24 horas do dia.  Os gastos de manutenção eram tão elevados que seus donos acabavam arruinados.
Quando o exercito britânico ocupou aquele território, adotou o termo “elefante branco” como referencia a todas as construções cuja manutenção supõe um custo muito mais elevado que os benefícios que possa proporcionar.

 

segunda-feira, 19 de março de 2012

O Quinto dos Infernos

No Brasil Império, o país pagava a Portugal um imposto chamado "Quinto". Era assim: a coroa portuguesa levava 20% (1/5) sobre tudo que era produzido aqui. A taxação era considerada escorchante pelos brasileiros. Daí surgiu o apelido de... “Quinto dos infernos” para o imposto.

Pois, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, a carga tributária do brasileiro está em 38% - ou seja, quase dois quintos dos infernos.

Fonte: Ancelmo.com, O Globo


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Qual é a diferença entre tufão, furacão tornado e ciclone ?


O GLOBO. Cerca de 370 mil moradores de Nova York começaram a voltar para suas casas depois que o prefeito Michael Bloomberg, retirou uma ordem de evacuação sem precedentes neste domingo após a passagem do furacão.  Os três aeroportos da região de Nova York continuam fechados, com expectativa de reabertura na segunda à noite ou na manhã de terça.

Esta época do ano é muito conhecida na regiao do Caribe e Estados Unidos como a "temporada dos furacões. Porém, sempre que escutamos uma notícia sobre este assunto, as vezes a imprensa se confunde entre os conceitos de tufão, furacão tornado e ciclone. Vejamos as diferenças:

Bom, para começar, um ciclone, um furacão e um tufão sao, metereologicamente, a mesma coisa:  Todos eles consistem em uma rotaçao de um determinado volume de ar em uma área de baixas pressões. Sao altamente destrutivos e podem produzir ventos de até 300km/h. O que os diferencia é a regiao geográfica do planeta onde eles se formam. Por exemplo:

Se o fenômeno descrito acima ocorre no norte do Oceano Atlântico, no Caribe, ou no sul  do Ocêano Pacifico,  entao devemos denomina-lo como furacao. Normalmente se define um furacao como a versao mais forte de um ciclone, porém, conforme comentado antes, dentro da metereologia, nao existe uma diferença entre eles. 

Um tufao é o mesmo que um furacao, porém só ocorre no noroeste do Oceano Pacífico. Normalmente é chamado pela impresa como um "furacao asiático". 

O tornado é o unico fenômeno que se diferencia dos outros. Consiste de um violento turbilhao de ar que gira sobre o proprio eixo e que se extende desde as nuvens até alcançar a superficie terrestre, e tem a forma de um cone invertido. 

Fazendo um resumo, muuuuito resumido, o tornado ocorre na superficie terrestre, enquanto um furacao, ciclone ou tufao, ocorre (ou tem origem) nos oceanos.  

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Você sofre de Bromidose ?


Bom, já para esclarecer, Bromidose é o nome bonitinho para chulé e cecê !!!

Causada pelo suor excesivo na planta dos pés ou nas axilas (a famosa pizza), nao é considerada uma doença.    Normalmente o forte odor ocorre devido a  presença em grande quantidade de bactérias em nossa pele em partes do nosso corpo que sao aquecidos por meias, tênis, camisas que acabam exalando um forte e desagradável cheiro.

A Bromidose nao tem cura, porém nao é prejudicial a nossa saúde (só prejudica o nariz dos outros:). Existem pequenos truques para reduzir a açao da bromidose, por exemplo:  


Uso de meias de algodão, devido a ótima ventilação que proporciona aos pés;
Evitar o uso de Sapatos e tênis sem meias;
Sapatos de Plástico, Sintéticos aumentam o mal cheiro;
Tentar usar produtos de  couro, que normalmente nao provocam  fedor;
Tentar não usar o mesmo sapato ou tênis todos os dias, coloca-los ao sol;

Além disso o mercado oferece uma ilimitada gama de produtos que eliminam as bacterias causadoras do mal cheiro, entre talcos, sprays, etc.

Coulrofobia


Tem muita criança que ao ver um palhaço começa a chorar. Outras, ficam desesperadas e inclusive chegam a sentir ataques de pânico e arritimas cardiácas.  Nao se sabe a razao deste medo irracional, provavelmente a criança enxergará um palhaço como uma figura ameaçadora, já que o individuo usa uma maquiagem carregada e uma grande peruca, ocultando sua verdadeira identidade. 

O medo de palhaços é classificado pela psquiatria como fobia e tem o nome de "Coulrofobia". O prefixo "coulro" vêm do grego  κωλοβαθριστής (kōlobathristēs), que significa “aquele que anda sobre pernas de pau”, já que antigamente alguns palhaços andavam sob pernas de pau.

Antigamente muitos hospitais e consultorios infantis tinham palhaços decorando as paredes, coisa que hoje em dia praticamente é raro de se encontrar, já que foi comprovado que muitas crianças se assustavam. 

Alguns palhaços famosos contribuiram para aumentar sua fama de maus, como por exemplo: 


Pennywise, famoso monstro em forma de palhaço que mata crianças no filme "It", baseado no romance de terror de Stephen King


Billy, um palhaço de fantoche que era usado pelo assassino Jigsaw da saga Saw. Usava armadilhas mortais para matar pessoas em um quarto utilizando serras, correntes, etc.

  

No filme espanhol "Balada triste de trompeta" do diretor  Álex de la Iglesia, aparecem palhaços assassinos, vitimas da Guerra Civil Espanhola, que no começo aparentam ser bons, mas conforme o filme vai avançando eles vao se tornando maus.


No filme "Zombieland", um dos protagonistas  é um palhaço mega sinistro.


Podemos incluir nessa lista o Coringa, vilao clássico do Batman, e porque nao o Krusty, palhaço dos Simpsons, que é um tipo bem esquisito.


VEJA TAMBÉM

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Qual é a diferença entre pecado, blasfêmia, heresia e sacrilégio ?


Todos aqueles que cresceram na fé católica foram  orientados desde crianças a nao pecar. Porém, a questao nao está só em pecar, mas também em ser herege, cometer uma blasfêmia ou sacrilégio, conceitos que conhecemos mas nao sabemos o que significam.

É importante ressaltar que este post nao está vinculado a crença católica, se trata somente de explicar o conceito teórico destes termos utilizados pela igreja católica romana. 

O conceito "pecado" é o mais genérico de todos e significa basicamente "todo erro contra Deus e especialmente contra os mandamentos ou contra as virtudes".  

Os outros conceitos sao bem mais especificos e ao mesmo tempo sao todos considerados "pecados": 

O "Sacrilégio" consiste em profanar  ou tratar indignamente os sacramentos e as outras ações litúrgicas, bem como as pessoas, as coisas e os lugares consagrados a Deus. Ou seja, se você pratica vandalismo contra uma igreja, rasga uma biblia ou destrói uma imagem, vocês está cometendo um sacrilégio.

A "Blasfêmia" é um grave pecado contra a dignidade de Deus. São palavras de ódio, de ofensa, de desafio, em falar mal de Deus, em faltar-lhe deliberadamente ao respeito, em abusar do nome de Deus. Também é considerada uma blafêmia recorrer ao nome de Deus para encobrir práticas criminosas, reduzir povos à servidão, torturar ou matar. Basicamente, falar mal de Deus ou praticar maus atos usando a palavra de Deus, isto é uma blasfêmia.

E por fim, a "Heresia",  (do latim haerĕsis, por sua vez do grego αἵρεσις, "escolha" ou "opção")
Significa contradizer dogmas que fazem parte da verdade, una e indivisa da Igreja. Se você diz que quando morremos, podemos reencarnar, você está cometendo uma heresia.

VEJA TAMBÉM

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Você sabia ?


Que na época da corrida espacial, os cosmonautas
soviéticos iam ao espaço armados ?

A corrida espacial foi conhecida mundialmente como uma competição de tecnologia espacial entre os Estados Unidos e a União Soviética, ocorrida entre os anos de 1957 e 1975 durante a Guerra Fria. É considerada, até hoje,  como um dos episódios mais emocionantes da história da exploração espacial.

Recentemente foi revelada uma informaçao de que,  naquela época, era comum que as espaçonaves soviéticas levassem armas, mais especificamente os astronautas iam armados com uma pistola TP-82, de fabricaçao soviética, idêntica à  ilustrada na foto abaixo. Além das pistolas a  tripulaçao levava farta muniçao e recebiam  treinamento de tiro antes de iniciar suas missoes.


E que necessidade tinham os cosmonautas de irem ao espaço armados até os dentes ? Será que eles queriam promover um "duelo" com seus colegas americanos no espaço ? Ou será que eles temiam encontrar com algum alienigena hostil ? A razao é simples. Naquela época, as missoes espaciais ainda eram pioneiras, e nao era possivel controlar com exatidao todos os movimentos das espaçonaves, portanto havia a possibilidade da  espaçonave soviética aterrissar em algum país hostil em seu retorno à Terra.  Por esta razao, os cosmonautas levavam armas para se defenderem de eventuais inimigos da "mae russia".

Fonte: Neatorama

VEJA TAMBÉM

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Os 10 pontos sobre os quais a medicina nao se entende



Poucas notícias atraem tanto quanto uma pesquisa sobre saúde. O problema é que muitas não se entendem. Aí, o que era definido como nosso aliado, de uma hora para outra se torna vilão – por via das dúvidas, consulte um médico sempre.


10. Mascar chiclete faz bem para a saúde bucal?

Grande parte dos dentistas já tirou do chiclete – o tipo sem açúcar, claro – o título de inimigo da saúde bucal. Eles descobriram que a goma de mascar pode, na verdade, ajudar a remover os restos de comida que se depositam entre os dentes e onde a escova normalmente não alcança. Porém, quem quer manter um rosto sempre saudável precisa repensar essa prática, porque cirurgiões plásticos alertam que o chiclete pode aumentar o aparecimento de rugas na região da boca. Além disso, há aquelas pesquisas que atestam a piora de um quadro de gastrite ou úlcera.

9. Bebês não devem chupar chupeta?

O drama de qualquer mãe, principalmente as de primeira viagem: acalmar o seu bebê. Para isso, a chupeta sempre foi uma grande aliada. Principalmente quando o bico é embebido em um pouco de mel ou açúcar. Mas, se ela é quase uma unanimidade entre mães, não chega nem perto disso entre os pesquisadores de saúde. Na fase em que os dentes da criança começam a nascer, ela pode deformar a formação da arcada dentária deixando danos que não são irreversíveis, mas exigirão a paciência do seu filho no uso de um aparelho ortodôntico no futuro. Também há estudos que a culpam por retardar o processo de fala do pequeno.


8. O ideal é fazer seis refeições por dia?

Até pouco tempo, por mais que você não seguisse à risca a regra de comer de três em três horas, preocupando-se em fazer seis refeições por dia, era de conhecimento geral que essa era a definição de uma rotina alimentar saudável. Mas, um estudo recente dos Estados Unidos já veio derrubar essa crença. Ele constatou que a melhor maneira de perder peso é reduzir o número de refeições diárias para apenas três: café da manhã, almoço e jantar. Dessa forma, segundos os pesquisadores, as pessoas – em especial as obesas – tendem a se sentir mais saciadas.


7. Cafeína é prejudicial à saúde?

A cafeína é a responsável por tornar o café um alimento viciante – se tomado em grandes quantidades, obviamente. Entre os sintomas de abstinência estão dor de cabeça, tontura e aumento da ansiedade. Por isso, ela é apontada como uma vilã para a saúde. Contudo, inúmeros estudos já comprovaram que o café, se tomado de três a quatro xícaras por dia, tem importante ação antioxidante e ajuda a prevenir Alzheimer, diabetes e até problemas cardíacos, porque também melhora a elasticidade das artérias.


6. Chá Verde emagrece?

Quando foi descoberto, o chá verde – que também tem cafeína – foi colocado em um pedestal, como o grande segredo para fazer qualquer um perder peso. Sim, ele é rico em polifenóis, tem antioxidantes que previnem o envelhecimento das células e substâncias termogênicas que aceleram o metabolismo. Mas está longe de ser “milagreiro” e ganhou alguns “poréns”, como o de não ser ingerido logo após as refeições porque diminui a absorção do ferro dos alimentos pelo organismo. O principal contrassenso é em relação à quantidade a ser ingerida: há cientistas que limitam a uma xícara e outros que garantem que “quanto mais melhor”.


5. No ovo, só a clara faz bem?

Mais uma vez, o coração é apontado como a grande vítima. Dessa vez, do ovo. Ou melhor, da gema (rica em colesterol), já que a clara sempre ficou no papel de mocinha da alimentação. Pelo menos, até surgirem pesquisas atestando que, na verdade, as proteínas presentes na clara só são benéficas se ela for cozida antes de comer. Caso contrário, inibe a absorção de vitaminas que fornecem energia ao organismo. A gema, por sua vez, já foi absolvida de seus pecados, porque tem colina, um nutriente vital para o bom funcionamento do cérebro.


4. Chocolate dá espinha?

Alguns dizem que a relação entre chocolate e acne é fatal para o rosto. Outros, que isso não passa de um mito. O primeiro grupo explica que a gordura do alimento deixa a pele mais oleosa e, por isso, mais propensa a espinhas. O lado oposto defende que não há comprovação de que a culpa dessas erupções cutâneas seja do chocolate ou de algum alimento específico. Enquanto eles não se acertam, quem não resiste a ele segue na dúvida e continua lotando consultórios de dermatologistas com as reclamações de sempre.


3. A carne vermelha deveria ser abolida do cardápio?

Ela já foi condenada e absolvida por diversas pesquisas ao longo dos anos. Os vegetarianos se orgulham em dizer que não sentem a menor falta, enquanto os carnívoros de plantão não conseguem imaginar um dia sem ela. A carne vermelha é rainha das controvérsias. Se por um lado, já foi acusada de elevar a incidência de obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e até câncer, por outro, a falta dela pode causar anemia e deficiência de vitamina B12 (que leva a problemas de memória e cognição). Para crianças, ela é fundamental, pois ajuda no desenvolvimento.



2. A Dieta das Proteínas funciona?
 

“Corte o consumo de carboidratos ao máximo. Mas pode abusar das proteínas.” Essa é a premissa da Dieta das Proteínas, criada pelo cardiologista americano Robert Atkins. Segundo ele, a dieta funciona porque o corpo usa a gordura acumulada, em vez dos carboidratos, para produzir energia. Muitas famosas – e anônimas – atestam sua eficiência. Entretanto, pesquisas já apontaram que o método diminui a disposição e pode resultar em perda de massa muscular e água, retenção intestinal e até problemas cardiovasculares. Aliás, a suspeita ganhou mais força quando Atkins morreu – vítima de infarto e, segundo boatos, pesando mais de cem quilos.


1. Álcool faz bem ao coração?

Todo mundo já conhece os benefícios do vinho – o tinto, especialmente. Mas pesquisas recentes asseguram que qualquer bebida alcoólica pode fazer bem à saúde. Uma delas, da França, arrisca dizer até que quem bebe tem menos risco de sofrer com problemas do coração, obesidade e depressão do que os abstêmios. Mas isso só vale, claro, para quantias bem moderadas – uma lata de cerveja ou uma taça de vinho por dia, e só. Ingerir mais do que isso pode implicar no efeito reverso: hipertensão, doenças cardiovasculares e complicações no funcionamento do fígado – além de uma barriguinha indesejável, no caso da cerveja.


Fonte, Revista Veja
Por Pollyane Lima e Silva

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Escala de Scoville


A Escala de Scoville é usada para medir 
o grau de "ardor" das pimentas.

 Em 1912, enquanto trabalhava para uma farmacêutica, o químico Wilbur Scoville desenvolveu um método para medir o "grau de calor" da pimenta. Scoville misturou a pimenta pura com uma solução de água com açúcar. Então, um painel de provadores bebeu da solução. Quanto mais solução de água e açúcar é necessária para diluir uma pimenta, mais alto seu "grau de calor".


Com o passar do tempo,  o método foi melhorado e foram criadas as chamadas "Unidades de Scoville". De esta forma, 1 xícara de pimenta que equivale a mil xícaras de água, corresponde a 1 unidade na escala de Scoville.

A pimenta mexicana Habanero chega a 300 mil unidades nesta escala. 
A pimenta "Red Savina Habanero", uma espécie modificada, chega a 577 mil unidades 
A Tezpur indiana chega a 877 mil unidades

A pimenta que ocupa o primeiro lugar na Escala de Scoville se chama Infinity, uma pimenta que nasce na  pequena inglesa de Grantham,  conhecida como a cidade natal de Margaret Thatcher, a Dama de Ferro, ex-premier britânica. 

A Infinity alcança 1,17 milhão unidades na escala Scoville, . Ela é tão forte que é vendida com advertência sobre os riscos à saúde. A pimenta superpoderosa foi desenvolvida por Nick Woods e entrará na próxima edição do livro Guinness.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Penso, logo existo !!!

Esta celebre frase, faz parte de um pensamento filósofico atribuido à obra de René Descartes (1596-1650), filósofo, físico e matemático francês. Durante a Idade Moderna também era conhecido por seu nome latino Renatus Cartesius.

A obra chamada "Cogito ergo sum" é considerada  elemento esencial del racionalismo occidental. "Cogito, ergo sum" significa "penso, logo existo"; ou ainda Dubito, ergo cogito, ergo sum: "Eu duvido, logo penso, logo existo" é uma conclusão do filósofo e matemático francês Descartes alcançada após duvidar da sua própria existência, mas comprovada ao ver que pode pensar e, desta forma, conquanto sujeito, ou seja, conquanto ser pensante, existe indubitavelmente.

Abaixo, o trecho original da obra onde aparece a frase "je pense, donc je suis" (penso logo existo):

Mais, aussitôt après, je pris garde que, pendant que je voulois ainsi penser que tout étoit faux, il falloit nécessairement que moi qui le pensois fusse quelque chose. Et remarquant que cette vérité: je pense, donc je suis, étoit si ferme et si assurée, que toutes les plus extravagantes suppositions des sceptiques n'étoient pas capables de l'ébranler, je jugeai que je pouvais la recevoir sans scrupule pour le premier principe de la philosophie que je cherchois.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Algumas curiosidades sobre o daltonismo


A figura acima apresenta  um número em cada círculo. Se você consegue vê-los,  entao você nao é daltônico.

O daltonismo é uma perturbação da percepção visual caracterizada pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores, manifestando-se muitas vezes pela dificuldade em distinguir o verde do vermelho. O distúrbio, que era desconhecido até o século XVIII, recebeu esse nome em homenagem ao químico John Dalton, que foi o primeiro cientista a estudar a anomalia de que ele mesmo era portador. Este disturbio está geneticamente ligado ao cromossomo X, ocorre mais frequentemente entre os homens. 

A figura abaixo é o teste de Ishihara, método utilizado para diagnosticar o daltonismo. O número 8 somente é vísivel para as pessoas de visão normal



Algumas curiosidades sobre o daltonismo:


- O daltonismo pode representar uma vantagem evolutiva sobre as pessoas portadoras de visão normal, tal como descrito num artigo publicado pela BBC Online.

- Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de Cambridge demonstrou que algumas formas de daltonismo podem, na verdade, proporcionar uma visão mais aprimorada de algumas cores.

- Durante a 2ª Guerra Mundial se descobriu que os soldados daltônicos tinham mais facilidade para detectar camuflagens ocultas na mata.

- Os daltônicos possuem uma visão noturna superior à de uma pessoa com visão normal.

- Eles também são capazes de identificar mais matizes de violeta que as pessoas de visão normal.

- A maioria dos daltônicos não sabe que possui esta característica.

- A percepção das cores varia muito de uma pessoa com daltonismo para outra.

- O pintor Vincent van Gogh tinha daltonismo.

- A incidência de daltonismo é maior entre os descendentes de europeus.

- Os daltônicos vêem, em média, entre 500 a 800 cores.

- Normalmente as cores prediletas de quem tem esta alteração genética são o azul ou roxo, por serem cores vivas.

- Para os daltônicos o arco-íris não possui 7 cores. Na verdade, o número de cores do arco-íris é arbitrário, uma vez que não há limite bem definido entre elas, pois se trata de um espectro de variação contínua. A divisão entre as cores segue padrões definidos culturalmente. Muitas línguas, como o tupi e o japonês tradicionais, juntam azul e verde sob um mesmo nome. Quem "definiu" que o arco-íris teria 7 cores foi Isaac Newton, por questões de numerologia. É provável que a maioria das pessoas não separariam "anil" de "violeta", se não fosse ensinado a elas assim.

- A proporção de generos dessa disfunção é de 75 homens daltônicos para cada mulher, o que fez com que se acreditasse durante muito tempo que as mulheres eram imunes a ele.


VEJA TAMBÉM

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Banzo: a melancolia negra


"Apareceu ontem enforcado com um baraço [corda de fios de linho], dentro de um alçapão, na casa da rua da Alfândega, nº 376, sobrado, o preto Dionysio, escravo de D. Olimpya Theodora de Souza, moradora na mesma casa. O infeliz preto, querendo sem dúvida apressar a morte, fizera com uma thesoura pequenos ferimentos no braço ...” 

Essa nota, publicada no Jornal do Commercio, no Rio de Janeiro, em 22 de junho de 1872, revela uma faceta pouco conhecida da escravidão: os escravos se suicidavam. E como. O índice de “mortes voluntárias” entre eles, quando comparado ao de homens livres, era duas ou três vezes mais elevado. Os suicídios de escravos também se diferenciavam noutros aspectos. O mais notável deles era o fato de atribuir-se o gesto ao banzo.

O significado  mais aceito para a palavra banzo tem uma remota origem africana, equivalendo a “pensar” ou “meditar”. O termo também, há tempos, designou uma doença.  Os escravos ficavam entristecidos, paravam de falar e, acima de tudo, deixavam de se alimentar,  falecendo pouco tempo depois.


Aos poucos, a associação entre nostalgia e banzo se tornou popular. No Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa, de 1875, de Joaquim de Macedo Soares, é possível ler a seguinte definição: “banzar: estar pensativo sobre qualquer caso; triste sem saber de quê; sofrer do spleen dos ingleses; tristeza e apatia simultânea; sofrer de nostalgia, como os negros da Costa quando vinham para cá, e ainda depois de cá estarem”.

Hoje, a palavra “nostalgia”, difundida na literatura, é sinônimo de “saudade”, um sentimento. Tal rótulo  encobria uma vasta gama de problemas psicológicos ou psiquiátricos, que iam da depressão à esquizofrenia; ou eram provocados pela desnutrição, por doenças contagiosas, ou por consumo excessivo de álcool e também drogas.

Fonte: Aventuras na História, pelo Prof. Renato Pinto Venâncio

VEJA TAMBÉM

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Pedofobia


Praticamente todos nos dias somos informados pela TV ou pelo jornais de novos casos de pedofilia, mas você já ouviu falar de Pedofobia ?

A Pedofobia seria a aversão, repulsa, horror e medo mórbido irracional, considerado como algo desproporcional persistente e repugnante às crianças.

Trata-se de um distúrbio que, embora esteja sendo pouco estudado e quase nunca tratado, tem sido a causa de inúmeros conflitos sociais geralmente relacionados a problemas familiares, dentro de escolas ou de vizinhança.

Inúmeras crianças são todos os anos vítima dos mais hediondos assassinatos, espancamentos e crueldades. Tais delitos costumam ser agravados por motivo fútil, pois as causas apontadas pelo agressores seria que a vítima estivesse fazendo algum barulho ou mesmo manifestando a sua agitação natural.

Nos Estados Unidos, tem-se notado o crescimento da pedofobia no meio social. Homens solteiros não podem mais sentar ao lado de crianças em aviões. Em Nova Iorque, uma senhora foi presa por estar sozinha em um parquinho vendo as crianças brincarem, pois a legislação norte-americana atualmente proíbe alguém observar crianças brincando.

Desde 1925, naquele país, o assassinato de crianças até 4 anos de idade aumentou seis vezes, e o assassinato de crianças entre 5 a 14 anos dobrou. Foi verificado que a maioria dessas crianças são mortas por adultos e um terço delas são assassinadas por seus próprios pais. Já na Nova Zelândia, nos últimos 20 anos, o número de crianças assassinadas pelos seus responsáveis aumentou em 58%. Essa é uma tendência mundial.

VEJA TAMBÉM

Você tem medo de quê ?

"O Grito", obra do artista Edvard Munch

Você nao tem medo de nada, é um valentao ??? Impossível. O medo é considerado uma das reaçoes mais primitivas do homem, e foi esta sensaçao que de alguma forma, nos fez evoluir tal e como somos hoje.

Foi pelo medo da morte, que o ser humano buscou a fé e a religiao. Foi pelo medo do inimigo, que o homem criou as guerras. O medo nos move todos os dias para alguma direçao.  Alguns psicólogos classificam o medo como uma defesa, porque faz com que adotemos um comportamento preventivo e desta forma possamos evitar situacoes negativas.  

Entretanto, o medo pode se transformar em uma doença (conhecida como"fobia)" quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psíquico. A lista de fobias clinicamente reconhecidas é gigantesca, e a partir de hoje, o blog "Edu Explica" irá estrear mais uma sessao dedicada às fobias. Como parte da natureza do blog, buscaremos explicar as fobias mais bizarras, raras e esquisitas, mas que nenhum de nós estará livre de sofrer um dia.

Vamos em frente, e se possível, sem medo !!!